Joy Freitas: Requisitos Para SER Blogueira (o)




Requisitos Para SER Blogueira (o)


Olá pessoal, tudo bem?

Hoje o post tá com uma pegada de desabafo mas não é essa a intenção.

A minha história com blog começou há pelo menos 10 anos quando mais ou menos em 2005 ou 2006 criei um blog no wordpress. Na época a intenção era compartilhar textos e poesias que eu colecionava nas minhas antigas agendas da fase escolar, mas acabei não levando a frente e mais tarde em 2010 fiz esse blog aqui usando o nome Cereja com Pimenta, com a mesma intenção de compartilhar textos porém fazendo uma mistura maior de conteúdo por isso o nome de uma combinação inusitada "cereja com pimenta". 

Sempre tive uma relação mais "descompromissada" com o blog porque não tinha nenhuma intenção profissional, era só uma via de distração. Por isso mesmo em meados de 2013 meio que abandonei o blog e fiquei 1 ano e meio sem postar nada. Até conhecer novas amigas na cidade onde eu estava morando e voltar a ter contato com a blogosfera, pois ambas são blogueiras (a Tanara Hormain e a Mari Costa). Com a aproximação delas, acabei me reanimando para retomar as atividades do blog e em meio há nossos bate papos fui me inteirando mais sobre o cenário atual da blogosfera e voltei a "blogar" em fevereiro de 2015.

Voltei com tudo, com gás, com vontade...cheia de de disposição para manter uma atitude mais profissional em relação ao blog. O Cereja com Pimenta virou Blog Joy Freitas, e uma das razões de linkar meu nome ao blog é justamente pelo que eu ACREDITO ser a maior motivação para se manter um blog: usar minhas experiências pessoais para contribuir com algo para outras pessoas.

Onde eu quero chegar com tudo isso? 
Com essa minha volta percebi algumas coisas que ao meu ver tem desviado as pessoas do conceito do que na minha opinião significa "blogar". Vejo meninas e meninos, praticamente crianças interessadas em ter um blog e gravar vídeos influenciados pela falsa ideia de que ser blogueira é viver de glamour e ganhar presentes, quando na prática isso é algo bem raro, e pode até se tornar realidade mas somente em consequência de muito trabalho e dedicação.

Além do mais, vejo que tem gente que entra numa paranóia que para ser blogueiro tem que usar os produtos mais caros, ter os equipamentos mais tops de linha, frequentar os lugares mais badalados quando para mim ser blogueiro não tem nada a ver com TER e sim com SER.

Ser blogueiro é ter o desprendimento de compartilhar com as outras pessoas coisas que você acredita que vai contribuir de alguma forma para vida delas. Ser blogueiro é dividir com os leitores coisas que voce dividiria com suas amigas.

Não é ter o batom da marca mais cara, o ultimo modelo do iphone, a melhor iluminação ou o layout mais caro, enfim, você pode até ter tudo isso e ser uma ótima blogueira, mas não é isso que vai determinar a qualidade do seu conteúdo e a identificação das pessoas com você. O que te define como boa é sim a forma que você se expressa e o quanto você acrescenta para as pessoas.

Ser bem sucedida como blogueira (o) depende muito mais do seu carisma e da empatia que o público tem com você. E muitas vezes essa identificação do público vem do modo como você compartilha sua vida com ele, da verdade que você expressa, da sinceridade em se expor como realmente é, sem máscaras, sem rótulos, mostrando para ele que você não é diferente dele e que sua vida não é um conto de fadas mas que você quer contribuir de alguma forma, seja com dicas de maquiagem, resenha de um livro, opinião política, ensinando a cozinhar etc. A diferença é que você é uma pessoa comum que gosta de compartilhar seus conhecimentos de forma mais abrangente, além do seu círculo familiar ou de amizade, você compartilha seus gostos, opiniões e conhecimentos com pessoas que você a princípio nem conhece.

Assim como existem pessoas que se identificam com as blogueiras de sucesso que postam looks de marcas famosas, fazem viagens caras e usam produtos top de linha, existem outros públicos que se identificam com pessoas que tenham uma vida mais simples, mas que tenham algo a compartilhar com eles. Seja uma promoção que você descobriu ou a indicação de um livro que você leu, sempre haverão pessoas que se identifiquem com a sua linguagem, com sua forma de passar determinada informação. 
Então, para mim não existe fórmula mágica para ter sucesso nesse meio, a única regra é: ser verdadeiro e ter em mente que sua dedicação e amor pelo que faz te recompensará, seja na blogosfera ou qualquer outra coisa que se proponha a fazer na vida.

E para você que abriu o post atraído pelo título, deixarei aqui uma lista de requisitos que na minha opinião são essenciais para ser blogueira (o):

  • Amar o que faz, mas isso vale para qualquer coisa na vida;
  • Ter conhecimento sobre o que fala, não precisa ser expert sobre nenhum assunto, afinal você estará expressando suas opiniões, mas se informar é essencial para não disseminar falsas informações;
  • Gostar de escrever: sim, blog foi feito para escrever e não para mostrar fotos fofas rsrsrs, para isso melhor criar um tumblr...brincadeiras a parte, se você não gosta de escrever, ler e pesquisar não adianta querer ter um blog só para compartilhar imagens do google, pois para ter qualidade e frequência você precisa escrever e produzir conteúdo quase que diariamente. 
  • Escrever bem, ninguém é perfeito nem professor de português, todos cometemos erros mas erros grotescos e básicos na sua língua mãe é no mínimo intolerável, pois ninguém gosta de ler um texto mal escrito e isso vai espantar o seu público, assim como possíveis parcerias;
  • Ler bastante: regra número 1 para quem quer escrever bem, nesse caso me refiro a ter uma boa redação, não apenas a escrever corretamente, e se você chegou até essa linha do post já é um bom sinal de que não é alguém que foge de longos textos por preguiça de ler;
  • Tempo disponível: pode parecer fácil, mas dá trabalho montar um post, produzir imagens, editar, buscar conteúdo, pesquisar. Se sua intenção é levar a sério você vai precisar disponibilizar algumas horas diárias para trabalhar no blog, interagir com as pessoas, responder comentários etc
  • Desprendimento: se você escolher um ramo da blogosfera que envolva estilo de vida e comportamento, seja falando de moda, maquiagem, viagens, entre outros, inevitavelmente você terá sua vida exposta, nem que seja mostrando sua forma de pensar sobre o assunto. Seguindo a teoria que comentei acima, seu público vai se identificar com você, com sua personalidade, com sua forma de ver o mundo, e suas atitudes na vida real é que vão dar credibilidade ao que você dissemina no blog. Não adianta por exemplo você escrever um texto lindo sobre combate a corrupção se por trás das câmeras você é visto ultrapassando os limites de velocidade, ou indicar um produto baratinho que você diz gostar se na verdade você só gosta de usar coisas caras e luxuosas. Isso de certa forma, acarreta um certa falta de privacidade mas que pode ser equilibrada com discernimento, por isso mesmo me preocupa o número de meninas tão pequenas ainda, ou meninos, que já querem entrar nesse ramo e se expor tão precocemente a possíveis críticas e julgamentos;
Lembre-se: as pessoas seguem e se identificam com blogueiras porque, diferente das celebridades mais inatingíveis ou mais distantes da nossa realidade, nós blogueiras transformamos nossas experiências pessoais em trabalho, compartilhando gostos, opiniões e nos mostrando como realmente somos. Se você não está disposto a SER quem você é, não perca tempo procurando dicas do que precisa TER para ser blogueira (o).

Espero que esse texto tenha sido útil para você que quer ser blogueira (o) ou que já é mas teve curiosidade para saber o que penso sobre o assunto.
E se você for blogueira (o) e quiser compartilhar seu blog aqui, escreve nos comentários que vou adorar conhecer.

Um bjo e até o próximo post!

Comentários do facebook
2 Comentários do Blogger

2 comentários:

  1. Oi Joy, não conhecia seu blog e fiquei feliz por me deparar com esse post. Compartilho com você da mesma opinião, hoje há tantos jovens iludidos com um "status" de blogueira que ao menos nem sabem o verdadeiro sentido de blogar.
    Fico feliz em ver que você, como eu, ama o que faz, e sempre trazendo coisas boas para os leitores.
    Fica bem, bjs.

    http://www.mulhermelhore.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Carolina! Bom saber que não estou sozinha e existem muitas de nós que entende o sentido de blogar. Bjs

      Excluir

Sua opinião me interessa! Obrigada!



Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *