Joy Freitas: Novembro 2011




Handara Fashion Show

por Joy Freitas

Ontem 26/11, foi  o grande dia do Desfile da Handara, pelo menos um grande dia para mim, já que eu estava ansiosíssima para ver a nova coleção e também para presenciar pela primeira vez esse evento que já tinham me falado tão bem.
Para balancear com a ansiedade e expectativa, e a premissa de que tudo que eu quero muito não vem fácil, tive imprevistos inusitados ontem que quase me impediram de ir ao desfile mas isso é assunto para outro post ou talvez para uma comédia, e já que não sou tão boa nisso melhor deixar pra lá.

Sobre o evento:
Muito legal seria uma boa definição, mas antes do evento é importante salientar que algo intríseco nesse encontro foi a possibilidade de confraternizar, de estar na companhia de outras revendedoras, das pessoas envolvidas com a marca e perceber a comunidade interessante que se formou em torno desse nome.

Além dessa confraternização e desse momento de prazer (afinal, muitas muheres juntas falando de moda e beleza é sempre divertido), o evento proporcionou não somente a possibilidade de ver de perto as novas peças e entender da criação e do estilo, como também, algo ainda melhor: ter mais idéias da variedade de estilos que é possível criar com uma ou outra peça a depender da forma como misturá-la ou incrementá-la com acessórios e assim poder ajudar nossas clientes a ficarem mais bonitas.


Eu te amo... Não diz Tudo!


por Arnaldo Jabor


Você sabe que é amado(a) porque lhe disseram isso?
A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e palavras.
...
Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida,
Que zela pela sua felicidade,
Que se preocupa quando as coisas não estão dando certo,
Que se coloca a postos para ouvir suas dúvidas,
E que dá uma sacudida em você quando for preciso.

Ser amado é ver que ele(a) lembra de coisas que você contou dois anos atrás,
É ver como ele(a) fica triste quando você está triste,
E como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d'água.

Sente-se amado aquele que não vê transformada a mágoa em munição na hora da discussão.
Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente inteiro.
Aquele que sabe que tudo pode ser dito e compreendido.

Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é,
Sem inventar um personagem para a relação,
Pois personagem nenhum se sustenta muito tempo.

Sente-se amado quem não ofega, mas suspira;
Quem não levanta a voz, mas fala;
Quem não concorda, mas escuta.

Agora, sente-se e escute: Eu te amo não diz tudo!

(Compartilhado no Face por meu amigo Flávio Braga)

Crônica do Amor


por Arnaldo Jabor


Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.

O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são ...só referenciais.

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.

Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então?

Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

(...)
Ah, o amor, essa raposa!

Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.

Não funciona assim.

Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.

Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa.

Tendências de Verão

por Joy Freitas 

Há muito tempo já se fala em tendências para o verão, até porque nas passarelas uma estação chega bem antes da anterior acabar...afinal no mundo da moda, assim como em outros, corre-se contra o tempo.
É claro que para quem acompanha os estilistas e suas novidades, as tendências do verão já vem sendo falado e refalado, o que eu vou postar não é novo.

Entretanto, a maioria das pessoas comuns, assim como eu, só começa a se tocar das tais tendências quando as ver nas vitrines, revistas e novelas...e como aqui na Bahia só resolveu esquentar por agora, já é hora de pensar nas comprinhas pro final de ano e verão 2012.

Sendo assim, vou compartilhar com vocês um pouco do editorial da Elle do mês de Novembro com tudo que estará em alta para a lista de compras do próximo verao, e é claro com vocabulário adaptado para as menos viciadas em moda.


 * Blue - O azul está em alta, só que bem acompanhado do visual color blocking. Boas combinações com verde e laranja (para as mais ousadas);





*Píton (estampa de couro de cobra) - Em vários tons misturados, fica bem com branco e nude. A estampa também aparece em muitos acessórios e até mesmo em moda praia;





*Listras - Essa já vem nos efeitando ´desde o inverno, mas no verão ela aparece mais colorida e perigosa. A regra de ouro pra tudo é sempre ter cuidado com os exageros.







*Preto e Branco - clássico e eterno, no verão vale combinar com outras cores mais quentes como o vermelho e também o uso em acessórios com pegada retrô;





*Navajo (o velho estilo Apache) - Acessórios coloridos, franjas e grafismos tudo para dar um ar tribal ao look




*Tropical - folhas, frutos e flores que remetem as nossas paisagens naturais estão com tudo, combinam bem com peças de materiais naturais, como o linho




*Naturais - tons naturais que favorecem o uso de acessórios variados. muitas tramas rústicas de palha fazendo o estilo rustic chic.







*Tie-Dye (traduzindo: amarrar e tingir, aquele efeito "meio manchado" da era hippie) - aparece principalmente em acessórios tanto pro dia como pra noite.







E finalmente, de todas as tendências desse verão, algo que está bem presente é o fato de que pode-se misturar mais, ousar mais...maximizar com bom senso, sem exageros mas com bastante liberdade para inventar.

Aproveitem!

Como controlar a ansiedade?

Genteee, a maioria das pessoas que me conhecem sabem o quanto eu sou ansiosa...uff, e como sou!
Principalmente quando se trata de alguma boa novidade que esteja para acontecer na minha vida.

Não sei o que acontece com outras pessoas quando se encontram nesse estado de agonia, mas eu às vezes tenho vontade de dormir horas ou dias a fio para não perceber quão devagar passa o tempo e ter a sensação de que o motivo da felicidade chegou mais rápido rsrsrs...

Esses dias especialmente, tenho passado por momentos de extrema ansiedade e obviamente busquei no "Google, sabe tudo" informações sobre como controlar a bendita, o que de certa forma me deixou mais tranquila, já que percebi através do texto abaixo que existem estados de ansiedade ainda mais graves que o meu, ufa!

Segue reportagem para quem se interessar sobre o tema:
----------

O que são transtornos de ansiedade generalizada

Pessoas com transtornos de ansiedade generalizada passam o dia cheias de preocupações e tensões exageradas, ainda que tenha pouca coisa ou nada provocando isso. Elas antecipam desastres e são profundamente preocupadas. Algumas vezes só pensar em viver o dia já produz ansiedade.

Os transtornos de ansiedade generalizada são diagnosticados quando a pessoa preocupa-se excessivamente sobre uma variedade de problemas cotidianos por pelo menos 6 meses. Pessoas com transtornos de ansiedade generalizada não conseguem se livrar de suas preocupações, mesmo que percebam que a sua ansiedade é mais intensa do que seria esperado pela situação. Pessoas com transtornos de ansiedade generalizada não conseguem relaxar e têm dificuldade de concentração.

Muitas vezes, as pessoas com transtornos de ansiedade generalizada têm dificuldade para dormir. Sintomas físicos que geralmente acompanham a ansiedade incluem fadiga, dor de cabeça, tensão muscular, dores musculares, dificuldade de engolir, tremedeira, irritabilidade, sudorese, náusea, ir ao banheiro freqüentemente, sentir falta de ar, e ter ondas de calor. Os transtornos de ansiedade generalizada afetam duas vezes mais as mulheres do que os homens.

Como tratar e controlar a ansiedade

Quando o nível de ansiedade é normal, as pessoas podem interagir socialmente e manter um trabalho. Já em casos de ansiedade severa, a pessoa tem dificuldade de desempenhar simples atividades rotineiras.

Os transtornos de ansiedade generalizada são geralmente tratados com medicamentos e psicoterapia cognitiva comportamental, porém também deve-se tratar condições coexistente, se elas ocorrem, como alcoolismo e depressão.

Se você acha que tem muita ansiedade deve procurar um clínico geral que poderá determinar se os sintomas são de transtornos de ansiedade generalizada, de outra condição médica, ou de ambos. Se o transtorno de ansiedade generalizada for diagnosticado, o paciente geralmente é encaminhado a um médico especialista na saúde mental para que possa tratar e controlar seus sintomas.

Uma vez começado o tratamento com medicação, é importante nunca interrompê-la abruptamente. Certos remédios devem se descontinuados gradualmente sob supervisão médica, ou reações adversas podem ocorrer.

Dicas para ajudar a tratar e controlar a ansiedade mais eficientemente
Muitas pessoas com transtorno de ansiedade generalizada se beneficiam de juntar-se a um grupo de ajuda e compartilhar seus problemas com outros. Conversar com um amigo de confiança pode lhe dar apoio. Meditação e técnicas de controle de estresse podem ajudar pessoas com ansiedade a se acalmar e elevar os efeitos do tratamento. Há evidência preliminar também de que exercício físico aeróbico pode ter um efeito calmante. Porém, tudo isso não é substituto do tratamento médico profissional.

Uma vez que cafeína, certas drogas ilícitas e até alguns remédios vendidos sem prescrição médica podem agravar os sintomas dos transtornos de ansiedade generalizada, eles devem ser evitados. Verifique com seu médico antes de tomar qualquer remédio adicional.

A família é muito importante para ajudar uma pessoa a tratar e controlar a ansiedade. A família deveria dar apoio e não trivializar o transtorno de ansiedade ou cobrar melhoras sem tratamento.

Tratamento do transtorno de ansiedade

Remédios podem ser combinados com psicoterapia para tratar e controlar transtornos de ansiedade, e esse é o melhor método para muitas pessoas.

Como tratar e controlar a ansiedade com remédios e medicamentos

Os remédios não curam o transtorno de ansiedade, mas podem o controlar enquanto a pessoa recebe psicoterapia. A medicação deve ser prescrita por um médico, geralmente um psiquiatra, o qual pode oferecer psicoterapia ou indicar alguém para realizá-la.

Como tratar e controlar a ansiedade com psicoterapia

A psicoterapia envolve conversar com um profissional treinado, psiquiatra ou psicólogo, para descobrir o que causa o transtorno de ansiedade e como lidar com seus sintomas. A psicoterapia cognitiva comportamental geralmente é muito útil para tratar transtornos de ansiedade. Para ser eficiente, a psicoterapia cognitiva comportamental deve ser direcionada às ansiedades específicas da pessoa e deve ser moldada às suas necessidades. Não há efeitos colaterais, a não ser o desconforto da ansiedade temporariamente aumentada. A psicoterapia cognitiva comportamental deve durar pelo menos 12 semanas.

O site não cita o autor do texto, mas como eu sempre dou os créditos a quem é de direito, segue endereço do site: http://www.copacabanarunners.net/ansiedade-como-tratar.html

Calça Jeans: qual melhor escolha?

Existem diversas formas de modelagem para calças jeans e você pode escolher qual mais indicada para seu tipo de corpo, ou estilo que mais gostar. Curta as dicas da Handara:





















Saiu sobre a Handara

O Sul tem a Colcci, o Nordeste tem a Handara: conheça a marca de jeanswear que é sucesso na região
(por Vitória Guimarães em 26.04.2010)



Você pode não conhecer a Handara, marca de jeanswear importante em Fortaleza, mas deveria. O motivo é simples: 200 mil peças vendidas por mês (ou seja, cerca de 6,6 mil por dia!) em quase 50 pontos de venda pelo Brasil. “Estamos abrindo também uma loja em Lisboa, no shopping Colombo”, conta o proprietário Lúcio Albuquerque.

O segredo do sucesso está na modelagem. “Fazemos um jeans específico para a mulher nordestina, que tem mais quadril e pouca cintura. É a modelagem ‘gostosona’”, revela Lúcio, que, na tentativa de aumentar a penetração nas outras regiões brasileiras, sobretudo a Sudeste, está disposto a produzir jeans na medida para o público de cada lugar. “Vamos testar os produtos em Portugal e, se necessário, modificar as modelagens para que as peças fiquem ao gosto das portuguesas”, explica.

Mas isso não significa que o apelo de moda não esteja presente na marca. No desfile, que aconteceu no primeiro dia do Dragão Fashion e contou com a presença de Isabella Fiorentino na passarela, lá estavam as jeggings, por exemplo. No entanto, a Handara trabalha com os dois pés no chão: a legging feita de jeans precisa vender para continuar sendo produzida. “Não adianta, as mulheres gostam mesmo é da calça skinny. O modelo boyfriend pegou, mas só nos shorts”, conta Lúcio.

Para o verão 2011, a grande novidade será o jeans com o ponto de luz, uma lavagem específica que clareia (muito) certos pontos da calça (perto dos bolsos e nos joelhos). Não confunda com o jeans manchado ou estonado. “Não é fácil conseguir esse efeito localizado. Geralmente, ele avança pela coxa até os joelhos. É algo novo que estamos apostando”, confessa Gisleine Sousa, uma das estilistas da marca. A ideia será lançada. Resta saber se o mercado vai garantir sua presença na coleção seguinte, ou se a novidade vai morrer na arara.

Extraído do site CHIC Glória Kalil:  http://chic.ig.com.br/


Alguém "melhor"

por Joy Freitas

Em conversas com duas amigas que tem passado por situações difíceis com os maridos e quase ex-maridos, percebo que algumas coisas nunca mudam.

Mulheres que dedicaram suas vidas a homens que nada tinham, que estavam na pior ou que emocionalmente se sentiam inferiores, e hoje são desprezadas por esses mesmos homens. Eis que quando esses seres se sentem por cima, finalmente revigorados ou melhoram economicamente, descobrem que merecem algo "melhor" que aquela mulher que estava ao seu lado.

E o que seria algo "melhor"?
Como a lei do consumo praticamente determina: algo melhor quase sempre é algo mais caro, ou seja, mulher boa e melhor é mulher cara. Aquela que vai fazer o otário gastar todo dinheiro com todo o luxo e desejos que ela o pedir, que vai sugar dele toda oportunidade de crescimento... e vai fazer ele pensar que está por cima, porque pegou um "produto" valorizado no mercado.

Gosto de comparar essa situação com essa relação de consumo porque infelizmente tem sido uma das poucas regras seguidas nesses tempos atuais de muito materialismo e pouco sentimento. É como eu digo: as pessoas só dão valor quando pesa no bolso. Exemplo, se você compra uma roupa baratinha sem etiqueta, costuma usá-la em casa, para ficar a vontade, fazer trabalhos domésticos, lavar o carro qualquer coisa assim... mas se você vai para uma festa muito chic e badalada, gasta o quanto pode, ou até mais, num figurino mais caro e elaborado, ou seja quem você leva pra passear? A roupinha cara, claro! Imagino que é assim que funciona a cabeça masculina, ou pelo menos uma grande e significativa parte desse universo, acha que mulher tem que ser cara e levar sua grana para ele dar valor e desfilar com ela por aí.

Salvo é claro, uma pequena categoria de homens adultos, que cresceram não apenas fisicamente, mas amadureceram suas mentes para enxergar que mulher de valor, mulher de verdade é aquela que dar amor, atenção, apoio, carinho e cuida para que os dois cresçam na mesma direção. Aquela que valoriza o momento dos dois independentemente de quanto se gasta. Aquela que valoriza um programa a dois não pelo que gastou numa refeição, nem pelo lugar badalado que freqüentam ou pela roupa cara que ele está usando, mas sim pela oportunidade de compartilhar bons momentos, porque o que vale mesmo é a presença deles, a boa companhia, e o quanto ela o admira, e por isso faz tão bem estar junto desse homem interessante, mesmo que seja assistindo sessão da tarde no sofá. Esses são os homens que valorizam o prazer e a harmonia que essa mulher de verdade lhe proporciona... a paz, o sossego e as alegrias que são adquiridas com a convivência do dia a dia.

Por isso, para essas minhas amigas, só resta dar tempo ao tempo e deixar que aqueles "homens" vejam no futuro o que perderam. Porque no momento da dor, da humilhação e baixa de auto-estima, vai ser difícil que elas enxerguem, mas no fundo foram eles que sairam perdendo, porque elas sim merecem algo “melhor”.

Fica a dica!

A Elegância do Comportamento

"Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento.
É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado.
É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando não há festa alguma nem fotógrafos por perto.
É uma elegância desobrigada.
É possível detecta-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam, nas que escutam mais do que falam. E quando falam, passam longe da fofoca, das pequenas maldades ampliadas no boca a boca.
É possível detecta-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz ao se dirigir a frentistas, nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem prazer em humilhar os outros.
É possível detecta-la em pessoas pontuais.
Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece, é quem presenteia fora das datas festivas, e, ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte antes quem está falando e só depois manda dizer se está ou não está.
Oferecer flores é sempre elegante.
É elegante você fazer algo por alguém e este alguém jamais saber disso...
É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao outro.
É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais.
É elegante o silêncio, diante de uma rejeição.
Sobrenome, jóias e nariz empinado não substituem a elegância do gesto.
Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo.
É elegante a gentileza...
Atitudes gentis, falam mais que mil imagens.
Abrir a porta para alguém... é muito elegante.
Dar o lugar para alguém sentar... é muito elegante.
Sorrir sempre é muito elegante e faz um bem danado para a alma...
Olhar nos olhos ao conversar é essencialmente elegante.
Pode-se tentar capturar esta delicadeza pela observação,
Mas tentar imita-la é improdutiva.
A saída é desenvolver a arte de conviver, que independe de status social: é só pedir licencinha para o nosso lado brucutu, que acha que “com amigo não tem que ter estas frescuras”.
Educação enferruja por falta de uso.
E, detalhe: não é frescura."

Obviamente, o texto não é meu, mas concordo plenamente.
Pertence a uma autora que gosto muito: Martha Medeiros.







Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *